Destaque

Auxiliares e Técnicos de Enfermagem do Paulista paralisam atividades laborais

 

A suspensão será a partir desta quinta (6/06) e segue até o dia 8. Das 11 pautas enviadas à prefeitura, foram respondidas apenas três.
A partir desta quinta-feira (06/06), os Auxiliares e Técnicos de Enfermagem do Paulista paralisaram suas atividades laborais. A suspensão, que segue até o dia 8 do mesmo mês, visa chamar a atenção do Governo Municipal. De acordo com o Sindicato Profissional dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem de Pernambuco (Satenpe), das 11 reivindicações enviadas pela categoria do nível médio, o município respondeu apenas três.
Duas pautas apresentadas pelo Governo Municipal foram aprovadas pelos profissionais: Criação de Portaria regulamentando o turno de estudos para os profissionais de 40h (Atenção Básica) e criação de Lei para regulamentar e ajustar o pagamento do auxílio-alimentação de R$ 15 para plantonistas. Entretanto, o aumento da gratificação de avaliação de desempenho para o profissional de nível médio não foi aceito.

“O Satenpe vem negociando com a gestão desde fevereiro desse ano após um ato de mobilização para que reconhecesse o sindicato específico da categoria. Dentro desse contexto, foi construída uma pauta em assembleia e encaminhada ao Governo Municipal. A prefeitura apresentou a propostas ao sindicato com três das 11 reivindicações, o que despertou insatisfação dos nossos trabalhadores”, afirmou o presidente do Satenpe, Francis Herbert.

LEIS – A insatisfação se agravou ainda mais, após a aprovação das leis nº 4.851/2019 e 4.836/2019 que estabelece novos parâmetros na gratificação SUS, onde gera uma discrepância entre as categorias do mesmo seguimento com diferença apenas de nível superior e médio. Aos enfermeiros, a gratificação de R$ 350 aumenta para R$1 mil. Aos médicos, o reajuste na produtividade SUS fica entre R$4 mil a R$ 6,5 mil.

Confira abaixo algumas reivindicações dos auxiliares e técnicos de Enfermagem do Paulista:

– Reajuste no salário base no valor percentual de 18%;
– Criação da Mesa Setorial de negociação;
– Reajuste na gratificação de PSF no percentual de 100% sobre o salário base;
– Implantar e realizar o pagamento da gratificação por Regime de Plantão no valor percentual de 20% sobre o salário base;
– Reajustar o ticket alimentação para R$ 20;
– Implantar ticket alimentação para os profissionais que atuam nas unidades Básicas e nas unidades de Saúde da Família que não recebeu o benefício;
– Pagamento de gratificação do SUS conforme legislação específica deste município, na ausência seguir a Legislação Nacional do SUS;
– Pagamento da insalubridade no valor percentual de 20% do salário mínimo vigente no país;
– Pagamento do PMAQ;
– Proceder com o desconto da Taxa Associativa no percentual de 2% em folha sobre salário base dos profissionais Auxiliares e Técnicos de Enfermagem desse município que fizerem sua sindicalização em favor desse sindicato;
– Proceder com o desconto da Taxa Assistencial no percentual de 10% (duas parcelas de 5%) do salário base dos respectivos profissionais Auxiliares e Técnicos de Enfermagem desse município, em favor desta entidade sindical, iniciando o desconto no mês subsequente à efetivação da referida negociação salarial de 2019

voltar